• Eduardo Regis

Ossangne: um mistério Nagô

Frater Vameri

No vudu Haitiano existe uma quantidade não catalogável de espíritos. Nessa miríade complexa existem os que acabam sendo mais populares, por razões que não nos cabem apontar e, claro, há aqueles que acabam praticamente desconhecidos. Procure por Osanj ou Ossangne, um espírito da nação Nagô (ou seja, de origem Iorubá) e provavelmente o máximo que achará serão menções e uma breve discussão sobre ele ser ou não um Ogou.


O nome Osanj ou Ossangne ou ainda Hozange aparentemente é uma variação de Òsanyìn ou Ossain que ainda contempla as variações: Ossanha, Ossanhe, Osanyin, Ozanin, Ozain e outras que ignoro. Como as informações sobre Osanj são mais escassas, podemos começar a exploração por Ossain, que nos fornece material mais farto. Sua origem é do povo Iorubá ou Nagô, um dos muitos povos Africanos que foram vítimas do deslocamento forçado durante a escravidão e que habitaram o que hoje conhecemos como Nigéria, Togo e também o antigo Reino do Daomé, hoje, o Benin. Para os Iorubá, Pierre Verger nos conta que Ossain era a divindade responsável pelas plantas e uma figura central na vida religiosa, já que todas as cerimônias envolviam o uso do àse (axé), mistério que Ossain domina. Isto está intimamente ligado ao fato do uso litúrgico das plantas e do “despertar dos seus poderes” ser então do domínio deste Orixá.

Entretanto, o Ossangne do Vudu não é idêntico ao Ossain Nagô. Na verdade, Ossain parece concordar mais com Gran Bois (ou Gran Bwa), o Lwa de folhas e plantas. Nisto reside um mistério, já que Gilles, Foula, Gilles e Mede em seu livro "Remembrance" afirmam que Ossangne é um aspecto de Gran Bois. Assim, apontando novamente para uma grande concordância entre Ossain e Ossangne.


Osanj, no Vudu Haitiano, ganha contornos ligeiramente diferentes e algumas características aparentemente surpreendentes quando comparado ao Ossain Iorubá. Ele ainda é associado a ervas e plantas, mas ganha também um aspecto mais marcial. Como um espírito da nação Nagô, está intimamente associado à batalha e a um certo temperamento explosivo. Isto pode ser explicado tanto pelas guerras constantes entre os Nagô e os falantes de Fon, na África, quanto também pela própria natureza belicosa do levante Haitiano contra os Franceses. Esta revolução, que foi intimamente alimentada pelo Vudu, sedimentou uma face agressiva e violenta à religião, que foi atribuída a algumas classes de espíritos. Cabe citar que Milo Rigaud atribui aos espíritos Nagô uma forte natureza solar, o que pode responder também por esta natureza Ígnea.


Para colocar mais complexidade na matéria, Osanj aparece ligado ao mar, tanto como o “espírito das iniciações que vive nas cavernas do oceano” quanto o comandante das Frotas de Agwé. Isto parece uma inovação Haitiana, pois não há nenhum relato do Ossain Iorubá sendo um espírito marítimo ou ligado ao mar. Como comandante, temos mais uma faceta da questão militar e marcial. É curiosa também a associação entre os corsários e piratas e suas famosas pernas de pau e papagaios nos ombros. De alguma maneira, Osanj, ganha essa face “corsária”, mas que mantém, surpreendentemente, iconografias típicas de Ossain.


Quando pensamos no fato de Osanj ser um exímio astrólogo e astrônomo (como ensina Milo Rigaud), porém, sua relação com navios parece ganhar novos contornos. A navegação é uma arte que se desenvolveu com estreita relação com a observação dos astros e os comandantes antigos certamente precisam possuir um forte domínio dos céus.

Há também uma íntima relação entre Osanj e serpentes, já que este é considerado um sacerdote de Damballah. Nisso há triplo sentido: tanto dos espíritos do tipo serpente do Vudu, quanto da serpente como um animal peçonhento e ligado também às feiticeiras e também podemos falar da serpente do Jardim do Éden. Dambalah, já citado, o mais famoso espírito serpente do Vudu é associado à criação, colocando-o como entidade de grande poder. Isto nos sugere que Osanj partilha desse poder. Lembrando que Ossain e Gran Bois são fortemente associados à feitiçaria, o que pode apontar para uma ligação também de Osanj com as artes sábias.

Fato é que Ossangne é um Lwa complexo e que essa breve investigação objetiva apenas apresentá-lo brevemente, já que não é dos mais populares na bibliografia de Vudu Haitiano.

133 visualizações